Arquivo do mês: agosto 2010

Maria da Cruz

Esta cachaça foi degustada com os melhores ingredientes que podem acompanhar uma boa bebida.

O palco: Bar Amarelinho na Cinelândia, centro histórico do Rio de Janeiro. Cenário repleto de história e carregado de simbolismo.

Poderia ter sido uma das muitas boas cachaças cariocas, mas é mais uma história que talvez seja escrita que fez com que ali estivesse uma mineira de boa estirpe.

Talvez para manter viva a tradição de tantos mineiros ilustres que naquelas pedras pisaram e sobre aquelas mesas discutiram o futuro de nosso grande país nos tempos em que a capital carioca era o centro político de nosso país.

Essa tradição se perpetua através da Maria da Cruz por ser uma cachaça produzida pela Fazenda do Cantagalo,  do político mineiro José de Alencar que foi vice-presidente no governo Lula.

Esta cachaça vem da cidade de Pedras de Maria da Cruz , pertinho de Januária, nor-noroeste de Minas Gerais.

Envelhecida por três anos em tonéis de umburana, possui cor, aroma e sabor agradáveis.

Desfrutá-la em local tão aprazível e em companhia de novos e bons amigos foi uma daquelas experiências únicas e que revestem uma garrafa de história e simbolismo.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: média
Aroma: suavemente amadeirado
Sabor: adocicado, levemente alcoólico
Graduação: 46%
Apresentação: garrafa de 700 ml

http://www.fazendadocantagalo.com.br/


%d blogueiros gostam disto: