Arquivo da tag: drink

Caipirinha de carambola

Caipirinha de carambola

Sabor exótico da Índia que já se incorporou à flora tupiniquim, a Carambola é literalmente a estrela deste drink.

De sabor agridoce suave, combina perfeitamente com uma cachaça envelhecida em madeiras de sabor leve como a umburana ou mais adocicada como o bálsamo.

Esta eu preparei com uma carambola esmagada em açucar, duas doses de Claudionor e muito gelo picado.

Experimente esta delícia num fim de tarde quente e ensolarada.

 


Caipirinha de tangerina

Caipirinha de tangerina

Para sair do comum uma boa dica é experimentar caipirinhas com frutas cítricas variadas.

Uma excelente opção é a tangerina, também chamada de mexirica, bergamota ou mimosa. Não confundir com a poncã que é maior, de sabor suave e mais cascuda.

Originária da Ásia, a tangerina é pequena e muito cheirosa. Descascar uma basta para perfumar o ambiente.

De boa acidez, presta-se perfeitamente ao preparo de drinks, doces, compotas e diversos pratos . Meu chá preferido é o famoso “Earl Grey“, que leva óleo de bergamota em sua formulação.

Relembrando que para ser chamado de caipirinha o drink  precisa ser feito com cachaça e frutas esmagadas, vamos ao passo-a-passo do preparo desta delícia.

PASSOS:

  1. Descasque a tangerina usando apenas as mãos;
  2. Remova o excesso da película branca que reveste os gomos e separe-os;
  3. Coloque no copo, adicione  uma colher de açucar e esmague com o pilão;
  4. Adicione alguns filetes de pimenta dedo-de-moça para dar um sabor picante e esmague um pouco mais;
  5. Deixe descansar por alguns minutos. Isso apura o sabor da bebida;
  6. Acrescente o gelo picado e uma dose e meia de uma boa cachaça branca.

DICA: Não prepare com muita antecedência pois a tangerina, assim como o limão, oxida facilmente alterando o sabor da bebida.


Batidinha de frutas

Diferentemente das caipirinhas que são feitas artesanalmente com frutas esmagadas e açúcar, as batidinhas são produtos quase industriais.

Frequentam recepções, festas de formatura, casamentos, aniversários e salas de espera de restaurantes lotados.

São as preferidas das mulheres, quando se apresentam “docinhas” e em pequenas e seriadas doses.

Por essas, a maioria das pessoas costuma pensar que sua confecção é difícil e trabalhosa. Ledo engano.

É muito fácil fazer batidinhas de vários sabores, agitar uma festinha e agradar (principalmente) as mulheres.

Os sabores mais comuns sã0 de coco e maracujá. Mas também é muito fácil fazer de uva, pêssego, abacaxi, caju, chocolate e outros.

Minha receita básica é simples. Utilizo suco concentrado, daqueles encontrados nas gôndolas de supermercado. Poder-se usar suco natural ou mesmo polpa congelada, mas o suco concentrado tem a vantagem de ser fácil de usar e permitir o armazenamento em refrigeração do que sobrar (se sobrar) por alguns dias.

A medida precisa ser adaptada para alguns sabores mais concentrados. O suco de maracujá, por exemplo, é mais forte e deve ser reduzido à metade. A batida de coco é feito com leite de coco (duas garrafas de 200 ml) e a de chocolate usa 200 gramas chocolate em pó (não use achocolatado).

A medida padrão é:

  • 1 lata de leite condensado
  • a mesma medida de cachaça branca
  • 1 garrafa de 500 ml de suco concentrado de fruta

Bata todos os ingredientes no liquidificador e leve à geladeira.

Sirva com gelo, mas atenção, sempre agite antes de servir.

Para quem deseja uma bebida mais leve, entenda-se menos alcoólica, uma alternativa é reduzir à metade a medida de aguardente e substituir por guaraná.

A mesma dica serve para “afinar” a bebida caso ela tenha ficado muito densa. Nesse caso acrescente guaraná aos poucos no liquidificador pois o gás presente na bebida pode causar alguns inconvenientes.

Oportunamente publicarei outros posts contendo fotos e a receita específica de cada sabor.

Se você tiver outras receitas interessantes, compartilhe conosco.


Caipirinha de morango

Caipirinha de morango

Lembrando que para um drink ser chamado de caipirinha é  preciso que ele seja feito com cachaça e frutas esmagadas, vamos àquela que talvez seja a receita mais apreciada pelo sexo feminino: a Caipirinha de Morango.

Com sua cor vermelho vivo evocando luxúria , seu doce sabor de pecado e o refrescante sensação de cachaça gelada, é a bebida perfeita para atiçar os apetites da sensualidade.

Apesar de doce, o morango é uma fruta “azedinha”. Não sei dizer se  é cítrica, ácida ou azeda, mas é muito boa para fazer caipirinha.

Época de safra de morango são, por motivos óbvios, a melhor época de degustar esse drink. Oferecem boas frutas a preços decentes. Se desejar aproveite essa fartura para congelar morangos para usar em outras épocas. Mas NUNCA utilize polpa congelada, será um desperdício de cachaça.

PASSOS:

  1. Retire as folhas e lave os morangos.
  2. Corte-o em duas partes ou mantenha inteiros se forem muito pequenos, coloque no copo adicione  uma colher de açucar e esmague com o pilão (Não se deixe intimidar, algumas vezes pode ser necessário usar um garfo para esmagar melhor).
  3. Deixe descansar por alguns minutos, isso apura o sabor da bebida.
  4. Acrescente o gelo e finalmente uma boa cachaça, sempre branca. Nunca use cachaça envelhecida ou descansada para fazer caipirinhas. Elas alteram o sabor do drink além de serem um desperdício gustativo.

DICA: Se estiver fazendo várias caipirinhas para servir numa festa, a dica é preparar vários copos até o PASSO 3 e colocá-los no congelador. Na hora de servir bastará retirar do congelador, adicionar uma dose de cachaça e algum gelo adicional.

ATENÇÃO: Essa dica NÃO funciona para a tradicional caipirinha de limão.


Caipirinha de abacaxi

Afinal, se caipinha é de limão, a de abacaxi é caipirinha ou não?

Bom, sempre haverão puristas afirmando que caipirinha, só de limão. Que as de outras frutas são batidinhas.

Eu prefiro outras definições para diferenciar os drinques:

“Caipirinha” é  feito com cachaça e frutas esmagadas.

“Batidinha” é  feita com polpa ou concentrado de frutas ou ainda outro ingrediente que adicione sabor.

Assim, o limão, abacaxi, maracujá ou morango podem render tanto para fazer uma boa caipirinha quanto para uma deliciosa batidinha. Lembrando que as melhores caipirinhas são feitas com frutas cítricas

E uma boa caipirinha de abacaxi começa pela escolha de uma boa fruta. Doce e não muito madura. Se for uma fruta “aguada” e sem sabor, a bebida definitivamente não ficará boa.

PASSOS:

  1. Descasque o abacaxi e divida-o em cinco ou seis partes. Lembre-se que a casca tanto pode render um bom chá como ainda servir para fazer um delicioso licor.
  2. Pique uma das partes em pedaços não muito pequenos, coloque no copo adicione  uma colher de açucar e esmague com o pilão.
  3. Deixe descansar por alguns minutos, isso apura o sabor da bebida.
  4. Acrescente o gelo e finalmente a cachaça, sempre branca. Nunca use cachaça envelhecida ou descansada para fazer caipirinhas. Elas alteram o sabor do drink além de serem um desperdício gustativo.

DICA: Se estiver fazendo várias caipirinhas para servir numa festa, a dica é preparar vários copos até o PASSO 3 e colocá-los no congelador. Na hora de servir bastará retirar do congelador, adicionar uma dose de cachaça e algum gelo adicional.

ATENÇÃO: Essa dica NÃO funciona para a tradicional caipirinha de limão.


Caipirinha

O dicionário Aulete define caipirinha como sendo uma “Bebida, originalmente brasileira, preparada com cachaça, pedaços de limão ou limão macerado, açúcar e gelo“.

Os mandamentos fundamentais de uma legítima caipirinha estão aí expressos.

O primeiro, solenemente desrespeitado por quem não dá valor a nossa patriótica cachaça, é trocar a alma do drink por qualquer outro destilado. Já vi quem servisse sob o nome de caipirinha um drink de limão macerado com campari. Isso pode ser tudo, menos caipirinha.

Portanto, para não errar, basta uma simples receita:

50 ml de cachaça (1 dose)
1 limão taiti
1 colher de açúcar
3 cubos de gelo

Ainda assim, alguns cuidados podem fazer do preparo e da degustação um prazer exclusivo. Vamos a eles.

Caipirinha é feita com cachaça !

Qualquer outro destilado pode ser usado na produção de drinks com frutas, mas não será caipirinha. Aqui, vale apresentar um glossário de drinks semelhantes feitos com outros destilados:

vodka = caipiroska
bacardi (rum) = caipiríssima
tequila = tequirinha
sakê = sakerinha

Apesar do mesmo verbete no dicionário  informar que  o limão pode ser substituído por outra fruta (falaremos sobre isso em outra oportunidade) este drink tipicamente brasileiro ficou mundialmente conhecido em sua versão tradicional com limão.

Prefira o limão taiti. Limões com a polpa amarela não costumam render boas caipirinhas. Virou moda usar o limão siciliano. Impressiona, mais pelo preço que custa do pelo sabor que proporciona.

Escolha um limão de casca brilhante e lisa. Isso indica uma fruta jovem e com bom suco. Ele deve ser firme, mas não pesado.

O limão pode ser descascado ou não, isso depende do gosto pessoal. Com a casca, a bebida tende a ficar um pouco mais ácida. Remova o miolo do limão, aquela parte branca que une os gomos. Ela deixa um gosto amargo na bebida.

O limão deve ser macerado, ou seja, esmagado com pilão ou outro instrumento adequado. Não use suco de limão pois ele oxida muito rapidamente. Por isso mesmo este drink não deve ser feito muito tempo antes de ser apreciado.

Esmague o limão com o açúcar no próprio copo em que a caipirinha será servida. Esmagá-los em conjunto faz com que o limão solte um pouco mais de seu suco e retarda o processo de oxidação.

Evite usar adoçante. Ele deixa um gosto amargo na bebida e seu efeito dietético provavelmente estará sendo anulado pelo álcool consumido. Mas se você insistir em “cortar calorias” use pouco açúcar para macerar o limão e complete com o adoçante de sua preferência.

Adicione gelo picado, mas não moído. Pedras muito grandes atrapalham o consumo. Muito pequenas derretem logo e deixam o drink aguado.

Finalmente coloque a cachaça sobre o gelo e mexa com suavidade. Uma dose (50 ml) ou uma dose e meia serão suficientes.

Inspire profundamente e beba com tranquilidade, desfrutando do privilégio de ter em mãos um dos drinks mais populares e saborosos do mundo.


%d blogueiros gostam disto: