Arquivo da tag: branca

Gotas da moenda

Gotas da moenda

De passagem por Porto Alegre, visitei uma feira de produtos orgânicos que acontecia na Usina do Gasômetro, importante centro cultural da capital gaúcha.

Entre os estandes, um expositor perfilava dezenas de coloridas garrafas de licor. Curioso, perguntei se ele tinha cachaça. O jovem abriu um sorriso largo e exclamou: – A melhor !

Comecei degustando a versão extra-premium, envelhecida em tonéis de carvalho por cinco anos. Sabor amadeirado com aroma marcante. Muito boa.

Passei para a envelhecida. Mistura da cachaça extra-premium com a branca. Interessante, mas sem a presença que a anterior havia me deixado.

Limpei a boca com um gole de água e preparei-me para provar a branca. Enquanto me servia, o jovem comentou que seu pai sempre dizia que quem gosta de cachaça prefere a branca.

Provei, e sem me conter exclamei: – A melhor !

O sabor da cana era pungente, adequadamente adocicado e adornado pela sensação picante do álcool.

Bah tchê! É pura água benta.

A Gotas da Moenda é produzida artesanalmente atendendo aos rigores da produção orgânica desde 2002 pelo pai do rapaz que me atendeu. O alambique está instalado no antigo município de Santo Antônio da Patrulha, litoral norte do Rio Grande do Sul, tradicional região produtora de cachaças.


Cor: branca
Viscosidade: média
Aroma: cítrico alcoólico
Sabor: picante, cana-de-açucar
Madeira: não se aplica
Graduação: 40%
Apresentação: garrafas de 700, 355, 160 e 50 ml
http://www.gotasdamoenda.com.br
Fone: +55 51 3334-8426
Anúncios

Santo grau – Paraty

santo-grau-paraty

Produzida desde 1803 por cinco gerações da mesma família, primeiramente à beira mar, hoje ao pé da serra, esta cachaça integra o portfólio da Santo Grau.

Obedecendo à proposta de oferecer produtos de qualidade artesanal e controle de origem, ela é obtida por cuidadosos métodos de produção artesanal. Colheita manual, moagem hidráulica, fermentação natural, alambicagem em cobre. Cuidados que transparecem na cor cristalina, aroma cítrico e sabor levemente alcoólico.

Paraty é referência de boas cachaças e ao lado de Salinas são as únicas cidades com certificação de origem de cachaças.

Nesta garrafa de 2011 transparece o cuidado dedica à sua produção, armazenagem e distribuição. Características de um projeto que se apresenta como uma interessante alternativa para a produção de cachaças de qualidade orientadas para o consumidor refinado.


Cor: branca
Viscosidade: alta
Aroma: suavemente cítrico
Sabor: levemente alcoólico
Madeira: não se aplica
Graduação: 40%
Apresentação: garrafas de 750 ml

Poesia

Poesia

Seria quase acidente, mas não.
Foi uma dor no peito,
como um raio de emoção
que nos rasga ao meio.

Minha filha amada
voando prá longe
em breve temporada
onde a vista não atinge.

Ali, convidativo no balcão
eleita pelo restaurante
a aguardente padrão
me oferece um gole ofegante.

Líquida poesia
me encontra desatento
com fina ironia.

Mas tem talento
que da alma cuida
e nos dá alento.

———————————————

Da Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais, mais precisamente da Fazenda Santa Fé de Bogotá na cidade de Munhoz nos chega esta cachaça artesanal cheia de personalidade.

Apesar de jovem, começou a ser produzida em 2003,  ela é carregada de simbolismos que remontam ao primórdios da chegada da família de seus produtores à região onde ela é produzida.

Seu sabor levemente alcoólico é amaciado pelo breve repouso em tonéis de jequitibá,  que não afetam sua cor cristalina e tampouco mascaram o aroma cítrico da cana.

Sabor suave, levemente picante, aroma algo verde, fácil de beber.

A garrafa tem formato diferente e o rótulo é uma preciosidade.

É um convite a viver um tempo mais alegre, um ritmo mais lento. Um tempo de poesia.


Cor: branca
Viscosidade: média
Aroma:  adocicado
Sabor: suavemente adocicado e picante
Graduação: 42%
Apresentação: garrafa de 700 ml.

http://www.cachacapoesia.com.br/
Fone: +55 19 3862-9364


Weber Haus prata

Weber Haus prata

Contrariando o senso comum, esta cachaça faz questão de sugerir seu consumo “estupidamente gelado”.

Coloquei a garrafa no congelador e depois de algum tempo experimentei e pude confirmar que ficou ainda mais saborosa.

Prática muito comum com outros destilados, como a vodka e o steinhäger, a cachaça não costuma ser armazenada em baixas temperaturas. Entretanto, tal como outras bebidas, ela adquire uma viscosidade e suavidade que tornam sua degustação muito fácil e prazerosa.

Por conta disso, circula a informação não confirmada de que seria proibida a venda em bares e restaurantes de aguardente gelada.

Verdade ou não, a Weber Haus prata que serve de base para a fabricação de todas as versões de cachaça desta destilaria é uma excelente opção para o preparo de sofisticados drinks e aperitivos a base de cachaça.

Também não decepciona na degustação pura.

Gelada então… nem se fala.


Cor: branca
Viscosidade: média
Aroma: levemente alcoólico
Sabor: suavemente picante
Graduação: 38%
Apresentação: garrafa de 700 ml.

www.weberhaus.com.br
Fone: +55 51 3563-3194


Carcará

Carcará

Carcará já foi cantado e decantado.

Cantado, o pássaro que já foi chamado de águia brasileira virou verso na canção de Chico Buarque (aqui).

Cientificamente é parente distante do falcão. Ave símbolo do cerrado brasileiro que em 2005 passou a representar a ABIN – Agência Brasileira de Inteligência.

Decantado e destilado, tornou-se cachaça na pequena cidade de Paineiras, região central de Minas Geiras.

Como o pássaro que lhe dá nome, esta cachaça é forte, arredia e impõe respeito.

Branca, de sabor e aroma marcadamente alcoólico. Esta garrafa de 2007 guarda um sabor que me fez pensar em cana queimada.

Não chega a descer rasgando, mas demora para pedir outra dose.


Cor: branca
Viscosidade: baixa
Aroma: alcoólico
Sabor: fortemente alcoólico
Graduação: 42%
Apresentação: garrafa de 600 ml.

Fone: +55 34 3211-9100


Século XVIII

Século XVIII
Cachaça branca, muito forte, picante e com acentuado gosto de cana. Assim eram primeiras cachaças produzidas respeitando a mais pura tradição sucroalcooleiro. Será ?

Se depender do mais antigo engenho em funcionamento, assim era a bebida que se consumia no século XVIII. Por isso mesmo, é o nome do destilado produzido no Engenho Boa Vista, localizado na cidade de Coronel Xavier Chaves, próximo à cidade de Tirandentes.

Consta que teria funcionado na fazenda do Padre Domingos da Silva Xavier, irmão mais velho de Tiradentes.

Seis gerações separam os pioneiros produtores do atual proprietário, Sr. Rubens Chaves que a mais de 30 anos preserva os métodos tradicionais de produção artesanal imerso numa paisagem bucólica.

A século XVIII serve ainda de base para a produção da cachaça Santo Grau – Coronel Francisco Alves, já analisada aqui.

Tradicionalmente o destilado envelhecia em tanques de cimento revestidos de parafina antes de ser engarrafada. Por determinação do Ministério da Agricultura, o envelhecimento passou a ser feito em tanques de aço inox.

Esta garrafa degustada é do lote 3 da produção de 2007, de sabor mais forte, ácido e picante que aquela engarrafada em 2010 para a Santo Grau.

É uma purinha que merece ser degustada embalando a prosa de amigos.


Cor: branca
Viscosidade: alta
Aroma: levemente ácida
Sabor: picante, ácido e alcoólico
Madeira: não se aplica
Graduação: 40%
Apresentação: garrafas de 750 ml
Fone: +55 32 33571238

Providência

Providência

Chego em casa, sexta-feira, naquela abstinência.
Dias de contas a pagar, problemas a tratar.
No planalto corrupção, na Europa depressão, no Oriente repressão.

Tanto problema sem solução !
É preciso se acalmar e uma solução encontrar.
É preciso tomar uma providência.

E assim começo a contar a experiência que é degustar esta cachaça que já foi a preferida do ex-presidente Juscelino Kubitschek.

Surpreende que seja uma cachaça tão leve e suavemente adocicada sendo branca.  Não registra que seja, mas o descanso em tonéis de umburana certamente contribui para a leveza de seu paladar.

Segredos de uma produção que remonta aos anos quarenta quando começou a ser produzida na cidade de Buenópolis – MG.

Um bom amigo mineiro me contou que de tão apreciada, seu estoque evapora, como que por encanto, toda vez que sua esposa organiza jantares entre a amigas.

Ele meneia a cabeça e argumenta que vai ter que tomar uma providência, se ainda sobrar cachaça.


Cor: branca
Viscosidade: alta
Aroma: adocicado
Sabor: cana-de-açucar, suavemente adocicado
Graduação: 47%
Apresentação: garrafas de 600 ml

wagnerdaprovidencia@hotmail.com
Fone: +55 3837561174


%d blogueiros gostam disto: