Arquivo da tag: paraná

Jacaré

Cachaça Jacaré

Dia desses um grande amigo, que conhece meu apreço por uma boa cachaça, presenteou-me com uma garrafa de precioso líquido destilado em sua terra natal.

Jacarezinho, no Norte do Paraná, não é conhecida pela sua tradição de produzir boas aguardentes. Mas qual não foi minha surpresa ao apreciar a Cachaça Jacaré.

Suave, leve, saborosa e perfumada, poderia figurar em qualquer carta de cachaças dos melhores bares do mundo. Mesmo assim é uma bebida produzida em escala limitada e destinada a atender os poucos amigos e apreciadores da região.

Pouco consegui descobrir sobre essa rara preciosidade paranaense. Apenas que é uma produção tocada pela segunda geração de uma família, agora responsável por manter os padrões de excelência na produção, aliados a uma satisfatória atualização da embalagem que, infelizmente, não contém informações que permitam sequer localizar o fabricante.

Ainda assim, os que tiverem o privilégio de degustar essa bebida poderão apreciar a satisfação de conhecer uma bebida de qualidade superior que, espero, em breve poderá estar ao alcance de muitos.


Rio do Sul

Rio do Sul

A produção é pequena e tocada em regime familiar. Destoa da vocação regional predominante de produção de grãos. Mesmo assim, e talvez até por isso, garante o sustento e o progresso do núcleo familiar de Loreno Pedron.

Dono de uma pequena propriedade rural na Linha Novo Rio do Sul, município de Mercedes, no oeste do Paraná, ele reservou uma pequena parte de suas terras para cultivar cana de açúcar para abastecer a produção de cachaça artesanal.

Já são mais de dez anos e o produto ganha em qualidade ano a ano.

E o resultado de sua dedicação é uma bebida leve de sabor marcante.

O aroma é levemente alcoólico. O sabor inicial é suavemente adocicado mas entrega um final com maior acidez.

O senão fica por conta da sensação de ter sido repousado em tonéis de madeira antigos.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: baixa
Aroma: levemente alcoólico
Sabor: suavemente adocidado, com retrogosto amadeirado.
Madeira: indeterminada
Graduação: 40%
Apresentação: garrafas de 700ml.
Linha Novo Rio do Sul – Mercedes/PR
Fones: +55 45 3256-1442  –  ramal 205 (PABX Rural)

Terra Vermelha Premium

terra vermelha premium

Pé vermelho é a alcunha respeitosa que se dá
a quem nasce no norte do Paraná.

O mesmo respeito se deve dedicar
à terra vermelha que enlameia os pés de quem nasce por lá.

Nome que se dá a uma cachaça de respeito que nada deixa a desejar
a quem aprecia degustar o que melhor a terra dá.

É cachaça orgânica certificada produzida em Assaí. A cidade tem grande influência nipônica o que certamente contribuiu para os rigores e cuidados na produção que culminaram em uma bebida de excepcional qualidade.

Armazenada em tonéis de jequitibá rosa, a bebida ganha suavidade, perde acidez e adquire um delicado sabor adocicado.

Fácil de beber, convida a aceitar de trago em trago como diz o caipira do norte do Paraná.

É motivo de orgulho para um pé vermelho, como eu, ter uma cachaça tão nobre representando o espírito pioneiro de nossa região.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: média
Aroma: levemente adocicado
Sabor: suave
Madeira: Jequitibá rosa
Graduação: 40%
Apresentação: garrafa de 750ml

http://www.engenhoterravermelha.com.br


Salvan

Salvan

Produzida na cidade de Céu Azul, às margens do Parque Nacional do Iguaçu.

Integra a Copercachaça – Cooperativa dos Produtores de Cachaça Artesanal do Oeste do Paraná que tem o objetivo de aprimorar e desenvolver a produção da aguardente naquela região.

É uma bebida artesanal, levemente ácida, picante e muito agradável ao paladar.

Esse exemplar de 2012 foi repousado em tonéis de madeira não determinada que suavizaram sua acidez deixando uma coloração amarelo pálido sem acrescentar sabor amadeirado.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: baixa
Aroma: alcoólico
Sabor: levemente ácido e picante
Madeira: bálsamo e ipê
Graduação: 39%
Apresentação: garrafas de 600 ml
Fone: +55 45 9974-1176
+55 45 8428-1131

Utida

Utida

Essa cachaça me foi presenteada por um amigo de Londrina, grande apreciador e colecionador de cachaças.

Produzida na cidade de Cambará, norte pioneiro do PR, este exemplar é denominada de VERMELHA e compõe uma reserva especial com mais de dez anos de armazenamento em barril de carvalho.

O longo repouso reduziu fortemente a percepção alcoólica, deixando a bebida leve mas com sabor acentuadamente amadeirado que não destaca a madeira indicada, parecendo-se mais com um blend.


Cor: marrom claro
Viscosidade: média
Aroma: amadeirado e suavemente adocicado
Sabor: fortemente amadeirado
Madeira: carvalho
Graduação: 38%
Apresentação: garrafas de 700 ml
Ind e Com de Bebidas Lambari Ltda.
Bairro do Lambari – Caixa postal 267
Cambará / PR

Dente da cobra

Dente da cobra

Esta garrafa me chegou às mãos acompanhada de uma pergunta capciosa: – Quer provar o doce veneno da serpente ?

Correndo o risco de me dar mal, desfrutei de umas das mais agradáveis surpresas desde que comecei a publicar este blog. E que me chegou de tão perto de casa, que parece mentira que tivesse demorado tanto tempo para esbarrar nela.

Mas revirando a poeira que cobre a destilação deste doce veneno, descobri que ela tem sido produzida em pequenas quantidades desde 1988 de modo artesanal e com rigoroso controle de qualidade suficientes para o aprimoramento da fórmula e do processo produtivo.

Por isso só agora nos chega essa cachaça de virtudes singulares cujo nome é referência à cidade de Cascavel, oeste do Paraná, terra natal de seu criador.

O sabor é quente e agradável, com aromas muito sutis e delicadamente doce.

Leve e alegre. Um doce veneno na medida certa.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: média
Aroma: levemente amadeirado
Sabor: levemente amadeirado
Madeira: carvalho
Graduação: 40%
Apresentação: garrafa de 500 ml
Fone: +55 45 9915-3995

Theyloff

Theyloff

Bom Sucesso do Sul é uma pequena cidade do oeste do Paraná distante 40Km de Pato Branco.

Com pouco mais de 3000 habitantes, é um município jovem como tantas outras que surgiram na esteira da constituição de 88.

É de lá que vem a  cachaça Theyloff, produzida por um paranaense que se aventurou por Minas Gerais e trouxe de lá dezessete anos de aprendizado na destilação de boas cachaças artesanais.

Com seu rótulo simples, em garrafas de vários tamanhos (inclusive PET) que identifica em letra cursiva o descanso que a bebida recebeu, pouco entrega o cuidado que recebeu no preparo e o paladar que oferece ao degustador.

Conheci esta aguardente no Bar Therapya, no centro badalado da cidade de Pato Branco. Ambiente agradável especializado em cervejas gourmet, e que tem sua versão personalizada da cachaça Theyloff. Com rótulo descolado, garrafa padrão e poesia que recomenda a degustação conciente, descobre-se que a cachaça pode servir como terapia para as agruras do dia-a-dia.

Provei a branca, a carvalho e freijó.

De um amarelo cristalino, aroma adocicado, sabor agradavelmente amadeirado e suavemente picante, assim é a cachaça descansada em tonel de amburana que degusto enquanto escrevo estas pequenas palavras.

A Theyloff  é boa companhia,
que se degusta sem pressa
enquanto a alma confessa
segredos em terapia.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: média
Aroma: levemente adocicado
Sabor: suavemente adocicado e picante
Graduação: 38%
Apresentação: garrafas de 750, 950 e 2000 ml.

Fone: +55 46 3234-1209  /  3523-0479


Boavistense

Boavistense

Um dos grandes prazeres que se encontra ao degustar cachaças é que elas possuem um grau de aferição amplamente conhecido e podem ser encontradas em praticamente todos os cantos do país.

Isso nos abre um amplo leque de oportunidades de apreciar produtos diferentes e com qualidade assegurada.

A Cachaça Boavistente, artesanal como faz questão de destacar no nome, é um produto de sabor e qualidade que nada deixa a dever a outros produtos de marca e preço muito superiores.

Bebida leve e fácil de beber, algo adocicada, mas perfeita para aperitivos.

É produzida em quantidades limitadas  por Olivio Bassoli na cidade turística de Boa Vista da Aparecida, localizada às margens do lago de itaipu.

A Boavistense tem qualidades que lhe permite crescer em escala e abrangência, se mantidos os cuidados e atenção no seu preparo.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: baixa
Aroma: levemente adocidado
Sabor: suavemente adocicado, algo amadeirado
Graduação: indeterminado
Apresentação: embalagens variadas

(45) 9128-6404


Bassi

A cachaça Bassi é apresentada em quatro composições: branca, descansada, envelhecida e canelinha.

A branca que serve de base para todas é cercada de cuidados e atenção em todo o processo de produção, resultado do carinho com que Paulo Bassi e seu filho elaboram este precioso líquido na fazenda Laranjinha em Santa Mariana – a meio caminho entre Londrina e Ourinhos.

O processo de destilação e filtragem proporciona pureza, suavidade e sabor comparável ao das melhores cachaças do mercado.

O envelhecimento é obtido pelo armazenamento em barris de carvalho durante dois anos o que lhe confere sabor e aroma marcadamente amadeirado.

Parte da produção é apenas descansada durante quatro meses em barris de carvalho, suficiente para eliminar o excesso de acidez, colorizar o líquido e torná-lo mais agradável ao paladar. De longe é a mais leve e saborosa versão da bebida com aroma agradavelmente cítrico. É quente e fácil de beber.

A cachaça canelinha é saborizada pela adição de ramos de canela no armazenamento.

A Bassi é mais um exemplo de que o Paraná começa a se destacar na produção de cachaças de qualidade.


Cor: amarelo esverdeado muito claro
Viscosidade: média
Aroma: levemente cítrico
Sabor: suavemente adocicado, levemente amadeirado
Graduação: 42%
Apresentação: garrafa de 700 ml e 1000ml.


Sagra ouro

Sagra Ouro

Esta cachaça envelhecida em barris de carvalho preserva as mesmas qualidades da cachaça sagra prata que lhe serve de corpo, acrescida dos aromas e sabores característicos de um envelhecimento feito com cuidado e atenção.

Tão boa que me inspirou a escrever o poema Água Sagrada que postei pouco antes.

O sabor é levemente amadeirado, com notas que lembram baunilha. Ao contrário da maioria das cachaças repousadas em barris de carvalho ela não é doce, mas destaca alguma notas cítricas e de baunilha.

É cachaça para degustar com os amigos em todas as ocasiões.

O rótulo simples, infelizmente não valoriza o produto de tradições artesanais, corpo orgânico e espírito nobre.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: média
Aroma: neutro
Sabor: levemente cítrico e adocicado
Madeira: carvalho
Graduação: 41%
Apresentação: garrafa de 50, 150 e 700ml

http://www.cachacasagra.com.br/


Sagra prata

Sagra Prata

O primeiro gole passa quase desapercebido. Esta cachaça possui um bom equilíbrio de acidez e doce, resultando numa bebida  suave, cristalina e de sabor agradável.

Produzida com técnicas de cultivo orgânico, ela é fácil de se consumir pura, o que não é comum nas cachaças brancas, e mostra-se perfeita para drinks e coquetéis, em especial nossa brasileiríssima caipirinha.

A Sagra é parte da iniciativa da Copercana, cooperativa da cidade de Nova Aurora – Oeste do Paraná, que desde 2003 desenvolve um projeto voltado para a seleção das variedade de cana de açucar mais adequadas à produção de cachaças orgânicas com altos índices de qualidade.

A destilação é feita com modernos equipamentos industriais, respeitando as tradicionais técnicas de produção artesanal.

Como poucas, possui certificados que garantem sua vocação orgânica e o compromisso com produtos sócio-ambientelmente responsáveis.

Enfim, é CACHAÇA boa, digna de figurar entre as melhores representantes de nossa bebida nacional.


Cor: branca
Viscosidade: média
Aroma: neutro
Sabor: levemente cítrico
Graduação: 41%
Apresentação: garrafa de 50, 150 e 700ml

 

http://www.cachacasagra.com.br/


Matraga série prata

Cachaça bidestilada em alambiques de cobre, processada a partir do cultivo exclusivo de cana-de-açucar orgânica na cidade de Planalto – Sudoeste do Paraná.

Eu a conheci antes mesmo do início de sua comercialização, e devo a ela um considerável apuro no meu paladar.

É uma bebida extremamente cristalina, leve e de aroma suave. De paladar agradável,  é perfeita para elaborar drinques e coquetéis.

A maior parte da produção é exportada para a Europa, mas é possível encomendá-la diretamente com o fabricante.

Cor: branca
Viscosidade: média
Aroma: suave
Sabor: leve
Graduação: 41%
Apresentação: garrafa de  700ml

Fone/Fax (46) 3555-1440
alambique@matraga.com.br


Natov’s

natov's

Um dos mais agradáveis prazeres da cachaça está ligado ao fato de que é uma bebida que se produz em todas as regiões do país. Isso lhe confere originalidade e gratas surpresas sempre que descobrimos pequenas marcas regionais.

A Natov’s é uma cachaça semi-artesanal produzida em pequena escala  na cidade de Nova Santa Rosa, região Oeste do Paraná.

Ela guarda as tradições das melhores cachaças do País, ou seja, produzida a partir de canavial próprio com seleção de bebida nas fases de destilação. Começou a ser produzida em escala individual para atender o consumo do proprietário e de seus amigos. A quantidade foi aumentando ao mesmo tempo que a experiência do produtor, sem perder o cuidado e a atenção nos detalhes.

Na versão dourada, possui um sabor levemente amadeirado e marcadamente alcólico, fácil de beber.

A versão natural é para quem aprecia cachaças mais rústicas.


Cor: branca ou dourada
Viscosidade: baixa
Aroma: alcoólico marcante
Sabor: moderado
Graduação: 40%
Apresentação: diversos tamanhos

(45) 3253-1159
Nova Santa Rosa – Paraná


%d blogueiros gostam disto: