Arquivo do mês: fevereiro 2013

Badu

badu

Badu é uma cachaça produzida artesanalmente no simpático Município da Estância Climática de Caconde, extremo noroeste do estado de São Paulo – divisa com o estado de Minas Gerais.

O nome da bebida remete ao apelido de seu produtor, Paulo Badolato, que segue uma tradição de mais de 100 anos de produção iniciada com seus avós imigrantes italianos.

Esta garrafa de 2010 tem cor amarelo claro, levemente esverdeado. Aroma adocicado e amadeirado que lembra sândalo.

O sabor é leve, adocicado com fundo suavemente alcoólico e picante.

Cachaça boa para se beber preguiçosamente pura.


Cor: amarelo claro
Viscosidade: alta
Aroma: adocicado
Sabor: adocicado e alcoólico
Madeira: indeterminado
Graduação: 41%
Apresentação: garrafa de 7o0 ml
Fone: +55 19 3662-1792  /  8171-8862
Anúncios

Weber Haus premium

Weber haus premium

Esta Weber Haus, diferentemente da versão premium analisada aqui anteriormente, é envelhecida por um ano em tonéis de cabriúva – onde perde acidez – antes de passar aos tonéis de carvalho para ganhar cor, aroma e perfume.

Nesta versão da premiada cachaça gaúcha, os elementos se combinam para compor uma bebida suave e agradável, com um toque inusitado de sofisticação.

É uma bebida tão divertida quando aquela versão envelhecida em amburana, e tão fácil de degustar quanto.


Cor: amarelo ouro
Viscosidade: média
Aroma: amadeirado doce
Sabor: levemente adocicado
Graduação: 38%
Apresentação: garrafa de 700 ml.

www.weberhaus.com.br
Fone: +55 51 3563-3194


Falando de cachaça – parte 1

Esta entrevista foi ao ar através do Programa Criando Espaço de 07 de outubro de 2011, capitaneado pelo meu grande amigo Beto Belini, exímio churrasqueiro, apreciador de cervejas e companheiro de cachaça.


Opa

Opa

Esta pequena garrafa de cachaça do OPA guarda segredos que vão além do sabor que apresenta.

Denuncia uma tendência que vem se tornando comum no mercado de grifes de bebidas, bares e restaurante com impacto direto no comércio de destilados.

Desde que a cachaça passou a ser reconhecida como um produto de qualidade agregado à marca Brasil, reproduzem-se os exemplos da Cervejaria Opa de Blumenau que resolveu acrescentar ao seu portfólio de produtos uma cachaça artesanal de qualidade com o seu nome.

Mesmo sendo um produto sem grande expressão mercadológica, demonstra que o mercado está atendo à popularização da cachaça entre o mercado consumidor exigente.

Produzida a 70 anos pela Cachaça Wruck em Luis Alves/SC, trata-se de uma bebida agradavelmente honesta, leve e discretamente adocicada como é típico das bebidas daquela região.


Cor: branca, levemente amarelada
Viscosidade: média
Aroma: pouco alcoólico
Sabor: adocicado e suavemente amadeirado
Madeira: carvalho
Graduação: 39%
Apresentação: garrafa de 120 ml
Fone: +55 47 3377-0077  /  9963-0242

Engano

Engano

Esta cachaça provei num dos lugares mais aprazíveis que conheci, um restaurante encravado na serra da Mantiqueira, Município de Caconde-SP, a Pizza na Roça. Um lugar de cardápio premiado, com filiais em Poços de Caldas e São Paulo e que deveria ser destino obrigatório de todos os que gostam de comer bem.

Melhor ainda com a companhia que desfrutamos.

Assim foi que provei ali algumas cachaças da terra especialmente agradáveis dada a companhia, o clima, o ambiente e a comida.

Entre elas a cachaça do Engano, produzida de maneira artesanal naquela estância climática. Ficou faltando descobrir a origem de um nome tão inusitado.

A frio, algumas qualidades persistem enquanto outras se desfazem. Esta garrafa de 2011 tem aroma alcoólico e sabor intenso e picante.

O sabor ácido certamente seria amenizado por uma filtragem mais apurada e uma seleção mais rigoroso do coração da destilação.

Mesmo assim, uma interessante opção para acalentar as noites frias da serra.


Cor: branca, levemente amarelada
Viscosidade: média
Aroma: alcoólico
Sabor: adocicado e alcoólico
Madeira: indeterminado
Graduação: 40%
Apresentação: garrafa de 7o0 ml
Fone: +55 19 3662-8374  /  3662-1132

%d blogueiros gostam disto: