Poesia

Poesia

Seria quase acidente, mas não.
Foi uma dor no peito,
como um raio de emoção
que nos rasga ao meio.

Minha filha amada
voando prá longe
em breve temporada
onde a vista não atinge.

Ali, convidativo no balcão
eleita pelo restaurante
a aguardente padrão
me oferece um gole ofegante.

Líquida poesia
me encontra desatento
com fina ironia.

Mas tem talento
que da alma cuida
e nos dá alento.

———————————————

Da Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais, mais precisamente da Fazenda Santa Fé de Bogotá na cidade de Munhoz nos chega esta cachaça artesanal cheia de personalidade.

Apesar de jovem, começou a ser produzida em 2003,  ela é carregada de simbolismos que remontam ao primórdios da chegada da família de seus produtores à região onde ela é produzida.

Seu sabor levemente alcoólico é amaciado pelo breve repouso em tonéis de jequitibá,  que não afetam sua cor cristalina e tampouco mascaram o aroma cítrico da cana.

Sabor suave, levemente picante, aroma algo verde, fácil de beber.

A garrafa tem formato diferente e o rótulo é uma preciosidade.

É um convite a viver um tempo mais alegre, um ritmo mais lento. Um tempo de poesia.


Cor: branca
Viscosidade: média
Aroma:  adocicado
Sabor: suavemente adocicado e picante
Graduação: 42%
Apresentação: garrafa de 700 ml.

http://www.cachacapoesia.com.br/
Fone: +55 19 3862-9364

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: